Em Lisboa tem crescido o número de pessoas com estatuto de refugiado ou requerente de asilo. Após a fase de acolhimento inicial (18 meses), o verdadeiro desafio está na transição e integração na vida do dia-a-dia e no acesso a serviços como a saúde, educação, emprego e formação. Para apoiar esse processo de integração a Fundação Aga Khan Portugal, em conjunto com o Fórum Refúgio, a Largo Residências e o Centro de Formação da SCML, desenvolveu um percurso formativo de 25h certificadas em Mediação Comunitária. Foram 12 os formandos participantes, de 10 origens diversas e com percursos de vida muito diferentes. A intervenção concluiu-se dia 17 de Setembro de 2021, desenrolando-se no âmbito do projeto Residências Refúgio, com sede no espaço de co-work do Fórum Refúgio.